Bombas eletromagnéticas

As bombas eletromagnéticas permitem um fluxo quase laminar durante a transferência sem turbulência do metal líquido. Sem peças móveis ou contato direto com o metal líquido

Bombas eletromagnéticas – suportam até 800 °C; adequadas para alumínio (Al), magnésio (Mg), chumbo (Pb), estanho (Sn) e zinco (Zn). Disponíveis para outros materiais mediante pedido.

Um fator muito decisivo nos produtos fundidos de alta qualidade é o fluxo sem turbulência e o fluxo sem gás do metal líquido tão laminar quanto possível durante o processo de fundição. Tal só pode ser adequadamente alcançado com meios mecânicos. O ideal para este procedimento seria uma solução regulada de modo eletromagnético sob a forma de uma bomba de alto rendimento. Esta bomba consegue produzir um grande volume de metal líquido com um desempenho regulável constantemente e uma confiabilidade muito elevada.

As bombas eletromagnéticas para metal líquido baseiam-se no princípio de um motor linear.

Este tipo de bomba eletromagnética proporciona um movimento quase laminar do líquido derretido no tubo da bomba.

Vantagens das bombas eletromagnéticas:

• Nenhum desgaste mecânico
• Sem peças móveis, pouca manutenção
• Utilizável em altas temperaturas
• Fluxo laminar

A Precimeter fabrica e comercializa dois sistemas de bombas.

Bomba redonda

A bomba redonda da Precimeter possui vários pacotes de chapas de transformador dispostas num círculo com conjuntos de bobinas posicionados uns em cima dos outros e um tubo de bomba central e núcleo de bomba.
Esta bomba é frequentemente utilizada numa versão pequena e compacta, por exemplo em sistemas ou circuitos automáticos de solda e como sistema de imersão transportável para esvaziar recipientes e outros contentores.

Bomba de canal plano

A bomba de canal plano consiste num padrão de dois quadros de ímanes dispostos de frente um para o outro com bobinas integradas e um canal de bomba disposto entre os dois quadros de ímanes.